Encantados

As correntes da Jurema Sagrada de Caboclo era somente de Caboclo Selvagens e ou Caboclos da Familia Surupira como é chamado no Tambor de Mina.
Família de caboclos selvagens, como índios:
ìndios Feiticeiros e “quebradores de demanda”
Vó Surrupira, Índio Velho ou Caboclo Velho, Surrupirinha do Gangá, Marzagão, Trucoeira, Mata Zombana, Tucumã, Tananga, Caboclo Nagoriganga, Zimbaruê. Pajés, Principe das Águas Claras Pajé Rio Verde.
cropped-cropped-0051.jpg
Posteriormente já com a colonização veio os Padres Jesuítas e quando eles foram expulsos veio os Frei Franciscanos e muitos caboclo foram batizados como tambem e conhecido no Tambor de Mina Cacique José Tupinambás ou na Jurema Reis Tupinambás.
Os caboclos Canindes, Os Caboclos Caçadores, Os Caboclos Guerreiros, Os Tapuias, Caboclos Tabajara, Itacolomi, Tapindaré, Tupinaré, Tamandaré,Ubirajara, Maresia, Rio Negro, Rio Branco, Guapindaia (que e o mesmo Mestre Antonio Pelintra) Ubiratã, Candeia, Tombacé, Iracema,Olhi d’Água, Jandiaia, Matas Virgens, Abitaguara, etc…
Mais tarde veio os CABOCO que são os homem do sertão nordestino e os pescadores era chamados de caboco. Como qual.
Tangerino, Boiadeiros, Vaqueiros e Marujo e ou Marinheiro.
Zé Raimundo Boji Buá Sucena Trindade, Joana Gunça, Maria de Légua, Oscar de Légua, Teresa de Légua, Francisquinho da Cruz Vermelha, Zé de Légua, Dorinha Boji Buá, Antônio de Légua, Aderaldo Boji Buá, Expedito de Légua, Lourenço de Légua, Aleixo Boji Buá, Zeferina de Légua, Pequenininho, Manezinho Buá, Zulmira de Légua, Mearim, Folha Seca, Maria Rosa, Caboclinho, João de Légua, Joaquinzinho de Légua, Pedrinho de Légua, Dona Maria José, Coli Maneiro, Martinho, Miguelzinho. Martins Pescador.}

236_2610-xingu16Alguns Seculos depois esses Juremeiros que fazia a sua Jurema de Caboclo no meio das Matas foi encantados e ou mortos dentro das matas pela policia e enterrados ali mesmo. e com isso foi encantados pelo seus caboclos.
Começou a pegar cabeça de médiuns. Mais o primeiros Mestre a ser consagrado foi o José de Aguiar vulgo Mestre Preto Zé Pelintra que foi consagrado na cabeça de José Gomes da Silva que posteriormente ganhou o apelido de Zé Pelintra apenas e não de Preto Zé Pelintra  dai que surge uma grande corrente de pessoas que foram consagrados para esse Mestre, com o mesmo nome dele, sendo que o Mestre Preto Zé Pelintra foi passado para a Jurema com 114 anos e não pega mais cabeça so os que ganhou o seu apelido.
Igual ao Mestre Zé Maria que atua na cabeça do Mestre Neto Juremeiro, em vida se chamava José Maria fulano de tal(não posso revelar o nome) e por causa do Maria ganhou o apelido de Molambo por causa de seu Mestre para quem ele foi consagrado, passou para a Jurema com 26 anos em Baixo de uma árvore chamada Figueira no Cais do Apolo próximo a Rua da Guia.

IMG_0864
Mestre Neto Juremeiro.

Anúncios