Yara

Oringem dos Índios Yanomânis

Os Yanomâmis são as Tribos indígenas mais conservadores e primitivos em seus costumes e com várias lendas.
        Para a Jurema Sagrada catimbó e outras seguimentos do espiritismo a Yara manifesta como uma Cabocla.
        No Tambor de Mina Gege e Nago todos os encantados e chamados de caboclo.
        Sendo assim Yara é uma índia encantada das águas e que se apresenta na forma de uma sereia.
        No Reino das Águas Claras ou Reino de Rio Verde se localiza no final do Rio Amazônas nas mediações da Ilha do Marajo, onde e o final de todos os afluentes.
        Veja na História do Caboclo Solimões, Caboclo Rio Negro, Caboclo Rio Verde que o encantamento do Rio Amazonas, Caboclo Rio Mar e ou Caboclo Maresia que o encantado do Mar Doce que vai do Grão Pará ao Amapá.
        Neste Reinado das Águas Claras e ou Reino de Rio Verde tendo como sua Rainha Aurora, e ligado a ele o Príncipe Fleximar, Princesa Flora, Princesa Yara, Marinheiros, as Meninas das Saia Verde, Príncipe Boto, podemos afirmar que um reinado de personagem lendarias do amazonas pois foram índios que se encantarão em vida que seus corpos sumiu na natureza encantando-se.

Lenda da Yara

Origem da lenda da sereia, personagem do folclore brasileiro, lenda da região amazônica, características.
Iara: uma lenda de origem indígena
Fonte:http://www.suapesquisa.com/folclorebrasileiro/lenda_iara.htm

 Introdução

   →Também conhecida como a “mãe das águas”, Iara é uma personagem do folclore brasileiro.
  →De acordo com a lenda, de origem indígena, Iara é uma sereia (corpo de mulher da cintura para cima e de peixe da cintura para baixo) morena de cabelos negros e olhos castanhos.
  →A lenda conta que a linda sereia fica nos rios do norte do país, onde costuma viver. →Nas pedras das encostas, costuma atrair os homens com seu belo e irresistível canto.
  →As vítimas costumam seguir Iara até o fundo dos rios, local de onde nunca mais voltam.
  →Os poucos que conseguem voltar acabam ficando loucos em função dos encantamentos da sereia.
  →Neste caso, conta a lenda, somente um ritual realizado por um pajé (chefe religioso indígena, curandeiro) pode livrar o homem do feitiço.

Origem da personagem

→Contam os índios da região amazônica que Iara era uma excelente índia guerreira.
  →Os irmãos tinham ciúmes dela, pois o pai a elogiava muito. Certo dia, os irmãos resolveram matar Iara.
  →Porém, ela ouviu o plano e resolveu matar os irmãos, como forma de defesa.
  →Após ter feito isso, Iara fugiu para as matas. Porém, o pai a perseguiu e conseguiu capturá-la.
  →Como punição, Iara foi jogada no Rio Solimões (região amazônica).
  →Os peixes que ali estavam a salvaram e, como era noite de lua cheia, ela foi transformada numa linda sereia.

Curiosidade:

– A palavra Iara é de origem indígena. Yara significa “aquela que mora na água”.

Juremeiro Neto